U2232

GUERRA 1891

INDICE

ARTIGOS

PAGS.

Exercito

3

Conselho Supremo Militar e de Justiça

6

Alistamento militar

7

Escola Superior de Guerra

8

Escola Militar da Capital Federal

9

Escola Militar da Estado do Rio Grande do Sul

11

Escola Militar da Estado do Ceará

12

Escola Pratica do Exercito na Capital Federal

13

Escola Pratica do Exercito no Rio Grande do Sul

14

Escola de Aprendizes Artilheiros

15

Collegio Militar

16

Companhias de Aprendizes Militares dos Estados de Goyaz e Minas Geraes

17

Bibliotheca do Exercito

18

Observatorio do Rio de Janeiro

18

Commissão Technica Militar Consultiva

19

Commissões na Europa

22

Commissão de Engenharia Militar no Estado do Rio Grande do Sul

22

Obras Militares

23

Commissão estrategica do Paraná

23

Linhas telegraphicas:

  Linha de Uberaba a Matto Grosso 26
  Linha de Cuyabá ao Araguaya 26

Serviço Sanitario do Exercito

28

Laboratorio Chimico Pharmaceutico Militar

30

Asylo dos Invalidos da Patria

31

Intendencia da Guerra

31
IV
PAGS.

Arsenaes de Guerra:

  Arsenal de Guerra da Capital Federal 32
  Arsenal de Guerra do Estado da Bahia 33
  Arsenal de Guerra do Estado de Pernambuco 33
  Arsenal de Guerra do Estado do Pará 34
  Arsenal de Guerra do Estado do Rio Grande do Sul 35
  Arsenal de Guerra do Estado de Matto Grosso 35

Fabrica de ferro de S. João de Ypanema

36

Fabrica de Armas

36

Fabricas de Polvora:

  Fabrica de Polvora da Estrella 37
  Fabrica de Polvora do Coxipó 39

Laboratorios pyrotechnicos:

  Laboratorio Pyrotechnico do Campinho 39
  Laboratorio Pyrotechnico de Cuyabá 40

Colonias Militares:

  Colonia de Chapecó 41
  Colonia do Chopim 41
  Colonia de Jatahy 42

Presidios Militares

43

Tabella de vencimentos

43

Orçamento

43

Contadoria Geral da Guerra

48

Secretaria de Estado e Repartições annexas:

  Secretaria de Estado 48
  Repartição de Ajudante General 49
  Repartição de Quartel-Mestre-General 49

ANNEXOS

Mappa geral da força do Exercito.

Regulamentos para o serviço interno e externo dos corpos arregimentados do

exercito, approvados por decreto n. 338 de 23 de Maio de 1891 1

Decreto n. 404 de 27 de Junho de 1891. - Amplia o decreto n. 1351 de 17 de

Fevereiro do mesmo anno, que regula o accesso aos postos de officiaes das
differentes armas e corpos do exercito 34

Decreto n. 431 de 2 de Julho de 1891. - Divide em sete districtos militares

o territorio da Republica e extingue os logares de commandantes de armas e de
brigadas 34

Instrucções para os commandos de districtos militares

35

Decreto n. 432 de 4 de Julho de 1891. - Approva e manda que seja

provisoriamente observado o regulamento da mesma data para as escolas praticas
do exercito 39

Decreto n. 433 de 4 de Julho de 1891. - Denomina Commissão Technica Militar

Consultiva a actual Commissão de Melhoramentos do Material de Guerra e dá-lhe
novo regulamento 59
V
PAGS.

Instrucções de 8 de Julho de 1891 para a execução do art. 6o do

regulamento das escolas do exercito e referentes ás escolas regimentaes 62

Decreto n. 438 de 18 de Julho de 1891. - Extingue os depositos de artigos

bellicos existentes nos diversos Estados da Republica 67

Decreto n. 476 de 6 de Agosto de 1891. - Approva o regulamento para os

hospitaes militares 68

Instrucções pelas quaes se deve reger a Commissão Technica Militar

Consultiva 160

Decreto n. 512 de 29 de Agosto de 1891. - Deroga a ultima parte do art. 36

do regulamento que baixou com o decreto n. 371 de 2 de Maio de 1890 para o
Collegio Militar 165

Decreto n. 18 de 17 de Outubro de 1891. - Sancciona a resolução do

Congresso Nacional que regula a idade para a reforma voluntaria ou compulsoria
dos officiaes do Exercito 166

Decreto n. 697 de 17 de Dezembro de 1891. - Modifica o regulamento do

Batalhão Academico 166

Decreto n. 703 de 28 de Dezembro de 1891. - Manda substituir o art. 8o do

regulamento provisorio para o serviço externo dos corpos arregimentados do
exercito 167

Decreto n. 29 de 8 de Janeiro de 1892. - Manda considerar no posto

immediato, com a graduação do subsequente, a reforma compulsoria ou
voluntaria dos officiaes de terra e mar que contarem mais de 40 annos de
serviço 168

Decreto n. 33 de 12 de Janeiro de 1892. - Manda abonar aos officiaes-alumnos

das escolas militares todos os vencimentos, sendo a gratificação de
subalternos de corpos não montados 168

Decreto n. 34 de 12 de Janeiro de 1892. - Faz extensiva aos officiaes do

exercito e da armada, eleitos membros dos congressos dos Estados, a
disposição do art. 1o do decreto n. 1388 de 21 de Fevereiro de 1891 169

Decreto n. 750 A de 2 de Março de 1892. - Approva o regulamento para o

Collegio Militar 169

Estrada de rodagem e linha telegraphica de Uberaba ao Araguaya: Relatorio do

chefe da commissão 207

Linha telegraphica de Cuyabá ao Araguaya: Extractos do relatorio do chefe

da commissão 211

Demonstração do estado do credito conforme os documentos existentes na

Contadoria Geral da Guerra.

Demonstração da despeza orçada para 1893, comparada com a votada para

1892.

Demonstração da fixação da etapa para as praças e forragens para a

cavalhada do exercito no 1o semestre do corrente anno.