U1965

AGRICULTURA 1878

Secretaria de Estado dos Negocios da Agricultura, Commercio e Obras

Publicas

(21o RELATORIO)

INDICE

PAGS.

Secretaria de Estado

5

Estado servil

7
  I - Matricula especial dos escravos 7
  II - Matricula dos filhos de escravas e registro de nascimentos e obitos 8
  III - Estatistica da população escrava 9
  IV - Educação dos filhos livres de escravas 9
  V - Manumissões concedidas por liberalidade particular e a titulo
oneroso 10
  VI - Manumissões concedidas por conta do Fundo de Emancipação 11
  VII - Estado do Fundo de Emancipação 26

Agricultura

27

Terras Publicas

30

Engenhos Centraes

37

Immigração e colonisação

41
II

INDICE

PAGS.

Colonias:

  Espirito Santo:
  Santa Leopoldina 47
  Rio Novo 48
  Rio de Janeiro:
  Porto-Real 50
  S. Paulo:
  Nucleos coloniaes situados nos arredores da capital 53
  Colonias particulares 63
  Paraná:
  Immigrantes Russo-Allemães 64
  Assunguy 80
  Nova Italia 81
  Nucleos coloniaes situados no municipio da capital 85
  Nucleos situados no municipio de S. José dos Pinhaes 89
  Nucleos situados no municipio de Campo Largo 90
  Nucleo provincial (S. Vicente) 90
  Nucleos municipaes 91
  Nucleos particulares 92
  Santa Catharina:
  Blumenau 95
  Itajahy e Principe D. Pedro 97
  Luiz Alves 99
  Angelina 99
  Azambuja 100
  D. Francisca 101
  S. Pedro do Sul:
  D. Izabel 106
  Conde d'Eu 107
  Caxias 108
  Silveira Martins 109
  Santa Emilia (particular) 109

Catechese

110

Plantas e sementes

115
III

INDICE

PAGS.

Exposições

116

Museu Nacional

117

Imperial Instituto Fluminense de Agricultura

118

Imperial Instituto Bahiano de Agricultura

119

Imperial Instituto Pernambucano de Agricultura

120

Imperial Instituto Sergipano de Agricultura

120

Sociedade Auxiliadora da Industria Nacional

120

Associação Brazileira de Acclimação

123

Sociedade Auxiliadora da Agricultura em Pernambuco

124

Colonia Agricola e Industrial Izabel

124

Flora Braziliensis

126

Passeio Publico

126

Companhias anonymas

126

Systema metrico

127

Extincção de incendios

128

Privilegios

130

Mineração

132

Navegação subvencionada

134
  Companhia Brazileira de navegação por vapor 136
  Companhia Nacional de navegação por vapor 136
  Liverpool, Brazil and Rivel Plate Navigation Company (Limited) 137
  United States & Brazil Mail S. S. Line 137
  Amazon Navigation Company Limited 137
  Linha do Tocantins 138
  Companhia Maranhense 138
  Navegação do Parnahyba 139
  Companhia Pernambucana 139
  Navegação das lagôas Norte e Manguaba 140
  Associação Sergipense 140
  Companhia Bahiana de navegação por vapor 140
  Companhia Espirito-Santo e Campos 142
  Navegação do rio Itapemirim 142
  Companhia Progressista 143
  Companhia Catharinense 143
  Linha de Iguape a Cananéa 143
  Navegação do Araguaya 144

Telegraphos

144
IV

INDICE

PAGS.

Illuminação publica:

  I - Illuminação de gaz 146
  II - Illuminação de gaz-globe 147

Rio de Janeiro City Improvements Company Limited

148

Obras de canalisação do rio Banana Podre

149

Conservação de portos:

  I - Porto do Maranhão 149
  II - Porto de Pernambuco 150
  III - Porto do Rio Grande do Sul 151
  IV - Porto de Santos 152

Obras publicas da côrte:

  I - Abastecimento d'agua 153
  II - Florestas 161
  III - Estradas 162
  IV - Predios nacionaes 162
  V - Limpeza de rios e vallas e deseccamento de pantanos 163
  VI - Desobstrucção e aformoseamento do canal do Mangue 163
  VII - Esgoto de aguas pluviaes 164
  VIII - Despeza effeituada com os serviços a cargo da Inspectoria Geral das
Obras Publicas 165

Obras geraes nas provincias

166

Arrazamento do morro do Senado e aterro de pantanos

166

Fabrica de ferro de Ypanema

167

Estradas de rodagem:

  De D. Francisca 167
  Do Urucú a S. Matheus 168
  De Matto-Grosso 168
  Coritibanos 169
  Do Assunguy 169

Ferro-Carris:

  Botanical Garden's rail road 169
  S. Christovão 170
  Villa Izabel 170
  Companhia de Carris Urbanos 171
  Santa Thereza 171
  Divisa a Porto Real 172
  Santa Cruz a Itaguahy 172
V

INDICE

PAGS.

Estradas de ferro:

  Ferro-vias em trafego 173
  Ferro-vias cujo capital ha sido garantido ou afiançado 174
  Amazonas e Matto-Grosso:
  Estrada de ferro do Madeira e Mamoré 175
  Ceará:
  Estrada de ferro de Baturité 176
  Estrada de ferro do Sobral 181
  Rio Grande do Norte:
  Estrada de ferro do Natal a Nova Cruz 183
  Parahyba do Norte:
  Estrada de ferro Conde d'Eu 183
  Pernambuco:
  Estrada de ferro do Recife ao S. Francisco 183
  Estrada de ferro do Recife a Caruarú 194
  Estrada de ferro do Recife a Limoeiro 194
  Estrada de ferro do Recife a Cachangá 194
  Estrada de ferro do Recife a Olinda e Beberibe 196
  Alagôas:
  Estrada de ferro de Paulo Affonso 197
  Estrada de ferro Central 201
  Bahia:
  Estrada de ferro da Bahia ao S. Francisco 203
  Estrada de ferro Central 208
  Côrte, Rio de Janeiro e Minas-Geraes:
  Estrada de ferro D. Pedro II 210
  Rio de Janeiro:
  Estrada de ferro de Nictheroy a Campos 236
  Estrada de ferro de S. Fidelis a Santo Antonio de Padua 239
  Estrada de ferro de Cantagallo 239
  Estrada de ferro de Campos a S. Sebastião 240
  Estrada de ferro do Barão de Araruama 240
  Estrada de ferro do Carangola 240
VI

INDICE

PAGS.
  S. Paulo:
  Estrada de ferro de Santos a Jundiahy 242
  Estrada de ferro de S. Paulo e Rio de Janeiro 245
  Estrada de ferro de S. Paulo a Ypanema 249
  Estrada de ferro do Oeste 251
  Estrada de ferro Ituana 251
  S. Pedro do Sul:
  Estrada de ferro de Porto-Alegre a Uruguayana 252
  Estrada de ferro de Porto-Alegre á Nova Hamburgo 255
  Estrada de ferro do Rio-Grande a Bagé 256
  Estrada de ferro do Cahy 256
  Estrada de ferro do Itaquy 257
  Minas-Geraes:
  Estrada de ferro da Leopoldina 257
  Estrada de ferro de Sant'Anna de Pirapetinga 261
  Estrada de ferro do Rio Verde 261

Correio

262

Despeza

269

Proprios Nacionaes

278

Relatorios apresentados á Assembléa Geral

279

ANNEXOS

ENGENHOS CENTRAES

ADDITAMENTO:

  Ás informações expostas no Relatorio:

DECRETO N. 7136 DE 25 DE JANEIRO DE 1879:

  Concede fiança de juro de 7% garantido pela Lei da Provincia do Rio Grande
do Norte, n. 774 de 9 de dezembro de 1876, sobre 500:000$000 á companhia que
Amaro Barreto de Albuquerque Maranhão organisar para o estabelecimento de um
engenho central destinado ao fabrico de assucar de canna, no valle do Capió,
municipio de S. José de Mipibu.
VII

INDICE

DECRETO N. 7257 DE 27 DE ABRIL DE 1879:

  Autorisando a celebração do contrato com Angelo Eloy da Camara para o
estabelecimento de um engenho central na antiga colonia, hoje povoação de
Porto Real.

TERRAS PUBLICAS E COLONISAÇÃO

DECRETO N. 7256 DE 26 DE ABRIL DE 1879:

  Determinando que a colonia de Porto Real passe ao regimen commum ás outras
povoações do Imperio.

AVISO DE 13 DE MARÇO DE 1879:

  Dando instrucções ao engenheiro Theodoro Ochzs para a discriminação do
dominio particular e do dominio publico, e medição de terras devolutas, no
municipio da Ponte Nova, provincia de Minas-Geraes.

AVISO DE 31 DE MARÇO DE 1879:

  Sobre identica commissão do engenheiro Deolindo Jose Vieira Maciel em
varios municipios da provincia do Espirito-Santo.

AVISO DE 26 DE ABRIL DE 1879:

  Declara não ser applicavel á provincia de Minas-Geraes a doutrina do Aviso
de 18 de novembro ultimo.

NAVEGAÇÃO

DECRETO N. 2853 DE 10 DE MAIO DE 1879:

  Approva com alteração o Decreto n. 6729 de 10 de novembro de 1877 que
concedeu a John Roach & Son, subvenção de 200:000$ annuaes para o
estabelecimento de uma linha de paquetes a vapor entre o Rio de Janeiro e
New-York.

DECRETO N. 7123 DE 4 DE JANEIRO DE 1879:

  Approva o contrato celebrado com Antonio Ulysses de Carvalho e Jose Maria
Gonçalves Pereira para o serviço da navegação do Baixo S. Francisco.

DECRETO N. 7248 DE 19 DE ABRIL DE 1879:

  Concede a Amazonas de Araujo Marcondes privilegio para estabelecer, por si
ou por meio de uma companhia, uma linha de navegação a vapor no rio Iguassú,
desde o ponto denominado - Caya-Canga - até o porto da União.
  NAVEGAÇÃO ENTRE O CANADA E O BRAZIL.
VIII

INDICE

ILLUMINAÇÃO PUBLICA

DECRETO N. 7255 DE 26 DE ABRIL DE 1879:

  Approva o contrato celebrado com a Rio de Janeiro Gaz Limited para continuar
a illuminar a cidade do Rio de Janeiro.

OBRAS PUBLICAS DA CORTE

  Relatorio da Inspectoria Geral das Obras Publicas da Côrte.

ARRAZAMENTO DO MORRO DO SENADO E ATERRO DE PANTANOS

DECRETO N. 7181 DE 8 DE MARÇO DE 1879:

  Concede ao Dr. Possidonio de Carvalho Moreira autorisação para, por si ou
por uma empreza, arrazar o morro do Senado e aterrar os pantanos da cidade no
Rio de Janeiro.

FERRO-CARRIS

DECRETO N. 7220 DE 15 DE MARÇO DE 1879:

  Concede a companhia que Giacomo Berrini e Conrado Lischands organisarem
privilegio por 30 annos, para a construcção de um ferro-carril da Estação
da Divisa até a colonia de Porto Real.

DECRETO N. 722 DE 10 DE MAIO DE 1879:

  Concede a Fernando Maria do Prado autorisação para, por si ou por uma
empreza, construir, usar e gozar, pelo prazo de vinte annos, uma linha de
carris entre Santa Cruz e Itaguahy.

ESTRADAS DE FERRO

DECRETO N. 2814 DE 18 DE JANEIRO DE 1879:

  Autorisa o Governo a garantir o juro de 7% ao capital addicional até £
400.000 á companhia da estrada de ferro do Madeira e Mamoré.

DECRETO N. 7273 DE 10 DE MAIO DE 1879:

  Approva os estudos definitivos da Brazilian Imperial Central Bahia Railway,
desde a Villa de S. Felix até Entre Morros.

DECRETO N. 7219 DE 15 DE MARÇO DE 1879:

  Proroga por seis mezes o prazo de dezoito mezes fixado na clausula 7.a das
annexas ao Decreto n. 6681 de 12 de setembro de 1877.

PROPRIOS NACIONAES

Relação dos mesmos.