U1751

FAZENDA 1896

INDICE

RELAÇÃO

DOS

ARTIGOS, TABELLAS E ANNEXOS

ARTIGOS

INTRODUCÇÃO.

APRECIAÇÃO DA RECEITA E DESPEZA DOS EXERCICIOS DE 1894 A 1897

PAG. 4

COMMERCIO E CAMBIO

PAG. 13

SITUAÇÃO FINANCEIRA

PAG. 19

EXECUÇÃO DA LEI N. 427 DE 9 DE DEZEMBRO DE 1896

PAG. 21

EXECUÇÃO DA LEI N. 428 DE 10 DE DEZEMBRO DE 1896

PAG. 28

WARRANTS

PAG. 29

IMPOSTOS DE CONSUMO

PAG. 30

IMPOSTOS ESTADOAES

PAG. 33

CREDITOS EXTRAORDINARIOS ESPECIAES

PAG. 36

CREDITOS SUPPLEMENTARES

PAG. 37

ASSOCIAÇÃO COMMERCIAL DO RIO DE JANEIRO

PAG. 38

CAMARA SYNDICAL

PAG. 39

REGULAMENTO DE CORRETORES

PAG. 41

BANCOS E SOCIEDADES ANONYMAS

PAG. 48

INDEMNISAÇÃO AOS BANCOS REGIONAES

PAG. 48

DIVIDA ACTIVA

PAG. 50

DIVIDA PASSIVA

PAG. 50
  EXTERNA PAG. 50
  INTERNA PAG. 51
  DIVERSOS DEPOSITOS PAG. 54
  EMISSÃO DE PAPEL MOEDA PAG. 56

TRIBUNAL DE CONTAS

PAG. 57
VI

THESOURO NACIONAL.

  DIRECTORIA DE CONTABILIDADE PAG. 60
  DIRECTORIA DO CONTENCIOSO PAG. 61
  DIRECTORIA DE RENDAS PUBLICAS PAG. 63

DELEGACIAS FISCAES

PAG. 63

ALFANDEGAS:

  DO RIO DE JANEIRO PAG. 65
  DE SANTOS PAG. 66
  DA BAHIA PAG. 68
  DE PERNAMBUCO PAG. 68
  DO PARÁ PAG. 69
  DO RIO GRANDE DO SUL PAG. 70
  DO MARANHÃO PAG. 71
  DO CEARÁ PAG. 72
  DE MACEIÓ PAG. 73
  DE MANÁOS PAG. 74
  DA PARAHYBA PAG. 75
  DO ESPIRITO SANTO PAG. 76
  DE SANTA CATHARINA PAG. 77
  DE URUGUAYANA PAG. 78
  DE PARANAGUÁ PAG. 79
  DE CORUMBÁ PAG. 79
  DA PARNAHYBA PAG. 80
  DO RIO GRANDE DO NORTE PAG. 80
  DE PENEDO PAG. 81
  DE MACAHE PAG. 82

MESAS DE RENDAS

PAG. 82

NAVEGAÇÃO DE CABOTAGEM

PAG. 84

SERVIÇO DAS CAPATAZIAS E ARMAZENS DAS ALFANDEGAS

PAG. 85

LABORATORIO NACIONAL DE ANALYSES

PAG. 86

CAIXA DE AMORTIZAÇÃO

PAG. 88

RECEBEDORIA DA CAPITAL FEDERAL

PAG. 89

CASA DA MOEDA

PAG. 92

IMPRENSA NACIONAL

PAG. 95

REFORMA DAS REPARTIÇÕES DE FAZENDA

PAG. 96

MONTEPIO OBRIGATORIO

PAG. 100

OBRAS DO MINISTERIO DA FAZENDA NA CAPITAL FEDERAL

PAG. 103

CAIXA ECONOMICA E MONTE DE SOCCORRO DA CAPITAL FEDERAL

PAG. 104

CAIXAS ECONOMICAS DOS ESTADOS

PAG. 106

PROPRIOS NACIONAES

PAG. 108

LOTERIAS

PAG. 108

NECESSIDADES DA LAVOURA

PAG. 110
VII

TABELLAS

N. 1 - Da receita dos 20 exercicios de 1876-1877 a 1896.

N. 2 - Da despeza dos 20 exercicios de 1876-1877 a 1896.

N. 3 - Da divida activa externa.

N. 4 - Das quantias despendidas pelo Governo com os juros de 2 % garantidos

pelas administrações estadoaes ás estradas de ferro da Bahia e Pernambuco.

N. 5 - Do estado da divida externa fundada em 31 de dezembro de 1896.

N. 6 - Da demonstração das amortizações até 31 de dezembro de 1896 por

conta dos emprestimos contrahidos em Londres.

N. 7 - Das remessas para Londres desde abril de 1896 até março de 1897.

N. 8 - Do estado da divida interna fundada em 31 de março de 1897.

N. 9 - Da divida inscripta no Grande Livro.

N. 10 - Da divida inscripta nas auxiliares des Estados, ainda não lançada

no Grande Livro.

N. 11 - Do estado da divida anterios a 1827, não inscripta e menor de

400$000.

N. 12 - Da emissão de apolices desde 1 de abril de 1896 até 31 de março

de 1897.

N. 13 - Da emissão de apolices da divida fundada desde a sua creação em

1827.

N. 14 - Das letras do Thesouro emittidas e amortizadas de 18 de novembro de

1896 a abril de 1897.

N. 15 - Da demonstração do emprestimo do Cofre de Orphãos.

N. 16 - Do estado da conta de bens de defuntos e ausentes.

N. 17 - Da demonstração dos depositos das Caixas Economicas.

N. 18 - Do deposito do Monte de Soccorro da Capital Federal.

N. 19 - Do estado do cofre dos depositos publicos.

N. 20 - Dos depositos de diversos origens.

N. 21 - Do quadro estatistico do imposto de pennas d'agua no exercicio de

1897.

N. 22 - Do quadro estatistico das industrias e profissões no

exercicio de 1897.

N. 23 - Do quadro estatistico dos estabelecimentos industriaes taxados com

relação aos meios de producção no exercicio de 1897.
VIII

ANNEXOS

A

Relatorio do director das Rendas Publicas do Thesouro Federal.

B

Relatorio das fraudes praticadas na Alfandega do Rio de Janeiro.

C

Relatorio da Camara Syndical dos Corretores de Fundos Publicos da Capital

Federal.

D

Commissão de exame nas alfandegas - Instrucções aos commissarios.

E

Relatorio do director da Recebedoria da Capital Federal.

F

Relatorio do administrador da Imprensa Nacional.

G

Relatorio do director da Casa da Moeda.

H

Relatorio do Laboratorio Nacional de Analyses.

I

Relatorio do fiscal das loterias.

J

Relatorio do engenheiro das obras.

K

Relatorio do zelador dos proprios nacionaes.

L

Relatorio da Caixa Economica.